Institucional

Última atualização em: 21 de setembro de 2020

Documentos

Institucional

Quem Somos

O Grande Recife Consórcio de Transporte foi criado formalmente, no dia 08 de setembro de 2008, após a extinção da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU/Recife). É a primeira experiência de consórcio no setor de transporte de passageiros em todo o País.

A criação do Grande Recife só foi possível graças à Lei Federal nº 11.107, de abril de 2005, que dispõe sobre normas gerais para a União, os Estados, o Distrito Federal e os Municípios constituírem consórcios públicos para a realização de objetivos de interesse comum.

Atualmente o Grande Recife Consórcio de Transporte esta vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh/PE)

Principais funções

  • Planejar e gerir o Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife (STPP/RMR), assegurando a qualidade e a universalidade dos serviços;
  • Contratar os serviços de transportes por meio de licitação pública;
  • Regulamentar as atividades concedidas;
  • Fiscalizar e atualizar os contratos de concessão.

VANTAGENS DO CONSÓRCIO

Para os Municípios

  • Participação efetiva no planejamento e na gestão do STPP/RMR;
  • Maior qualidade na gestão do Sistema com redução de custos;
  • Maior integração operacional e tarifária por meio do Sistema Estrutural Integrado (SEI);
  • Melhor percepção da qualidade do serviço municipal pelos usuários;
  • Facilidade na obtenção de financiamentos para investimentos no setor de transportes, respaldada na credibilidade do órgão gestor e do Sistema;
  • Otimização na aplicação dos recursos materiais e financeiros;
  • Acesso a novas tecnologias, como por exemplo, ao sistema de bilhetagem eletrônica e a instrumentos de gestão e de controle operacional (GPS).

Para os usuários

  • Maior transparência na gestão: empresa única responsável pelo planejamento, operação e fiscalização dos sistemas municipais e metropolitano;
  • Integração do sistema de transporte metropolitano com ações municipais relacionadas ao uso do solo, trânsito e sistema viário;
  • Maior mobilidade e inclusão social, com aceleração na implantação do Sistema Estrutural Integrado (SEI);
  • Mais alternativas de deslocamentos com o pagamento de uma tarifa;
  • Maior facilidade para obtenção de subsídios tarifários;
  • Universalidade, com uniformização de tecnologias, da infraestrutura do nível de serviço das linhas de metrô, ônibus e veículos de pequeno porte, independente de limites municipais;
  • Melhoria da qualidade do transporte com maior quantidade de investimentos no setor.

Para os empresários

  • Empresa única, com Estado e Municípios, responsável pela gestão e pelo equilíbrio econômico financeiro do STPP/RMR;
  • Facilidade para obtenção de recursos financeiros para subsídios tarifários e renovação de seus equipamentos;
  • Maior racionalização dos serviços e compatibilização das redes metropolitana e municipais (ônibus e VPP);
  • Instrumento contratual transparente, com obrigatoriedade de pagamento pelos serviços prestados (Contrato de Concessão).

Histórico

Até chegar à criação formal do Grande Recife, o Governo de Pernambuco – por meio da Secretaria das Cidades e da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos (EMTU) – percorreu um longo processo. Ao longo de 2007, o projeto de lei que criava o Consórcio foi analisado, votado e aprovado pela Assembleia Legislativa. As câmaras municipais do Recife e Olinda votaram e aprovaram a adesão do executivo municipal ao projeto.

Ainda no final de 2007, foi instituído o Comitê de Transição responsável pela coordenação do processo de criação formal do Consórcio de Transporte Metropolitano – CTM, e da migração dos serviços e pessoal da EMTU.

Ao longo dos meses, o Comitê trabalhou na elaboração e obtenção da documentação que garantiu a formalização do CTM, com ênfase para o contrato de constituição e a elaboração e aprovação (na Assembleia Legislativa) da Lei 13.461, de 09/06/2008, que altera a Lei 12.524, de 30/12/03, para inserir o Grande Recife na estrutura organizacional da Agência de Regulação de Pernambuco (Arpe).

Além disso, os técnicos do Comitê desenvolveram a proposta de estrutura organizacional, que dimensionou o tamanho da nova empresa.

Com a eleição da direção do Grande Recife, a liquidação da EMTU começou a ser executada de imediato. A chegada do Consórcio marca uma nova forma de tratar a questão do transporte público de passageiros. A gestão plenamente compartilhada traz maior integração ao sistema, garantindo a ampliação e a melhoria na prestação de serviços.

Hoje, o Grande Recife Consórcio de Transporte é uma empresa consolidada, com mais de 300 funcionários, e gerencia um sistema operacionalizado por 11 empresas de ônibus, que realizam mais de 25 mil viagens por dia, transportando cerca de 1,8 milhão de passageiros, diariamente. São mais de 2,7 mil ônibus e cerca de 400 linhas, atendendo a toda a RMR, com itinerários e quadros de horário que procuram beneficiar as comunidades mais distantes, independente do retorno financeiro. Novas ideias estão sendo consolidadas para que essa história continue no rumo da evolução.

O Grande Recife traduz o desejo e o empenho de uma gestão focada no cidadão.

Atualmente o Grande Recife Consórcio de Transporte esta vinculada a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh/PE)

Atualizada em 15/09/2020

Diferenças: EMTU x Consórcio

ItemEMTUConsórcio
Gestão do SistemaEMTU + MunicípiosConjunta
Nível de participação municipal na gestão metropolitanaLimitadaAtiva
Forma de participação municipal na gestão metropolitanaPor meio de ConvêniosComo sócio
Estrutura jurídicaEmpresa EstadualEmpresa Pública Multifederativa
Obtenção de financiamentos para o SistemaDifícilMais fácil
Relação contratual com operadores do SistemaPrecária (permissões)Sólida (contratos de concessão)
Posicionamento frente a terceiros (Usuário/Governo Federal)Menos sólidoMais sólido

Diretoria

Erivaldo Coutinho

Diretor Presidente

Fone: (81) 3182.5500

André Duperron Madeira Melibeu

Diretor de Operações

Fone: (81) 3182.5609

Maurício Pina

Diretor de Planejamento

Fone: (81) 3182.5573

João Monteiro de Lima Filho

Diretor de Projetos Especiais

Fone: (81) 3182.5598

José Augusto Cabral Sarmento

Diretor de Gestão Organizacional

Fone: (81) 3182.5723

Raul Goiana Novaes Menezes

Diretor de Tecnologia da Informação

Fone: (81) 3182.5676

José Eduardo Fernandes de Barros

Diretor de Engenharia

Fone: (81) 3182.5606

Organograma

https://www.granderecife.pe.gov.br/sitegrctm/wp-content/uploads/2018/11/ORGANOGRAMA-ATUALIZADO-AGO-2017-web.jpg

Mapa Estratégico

Missão, Visão e Valores

Horário de Atendimento

Sede

Local: Cais de Santa Rita, 600, Santo Antônio, Recife – PE | CEP: 50020-360
Fone: 3182.5500
Fax: 3182.5510
Horário de Funcionamento: das 8h às 12h e 13h às 17h

Divisão Comercial

Local: Avenida Caxangá, 2200 – Cordeiro
Fone: 3182.5813
Horário de Funcionamento: das 8h às 16h

Posto da Soledade

Local: Rua da Soledade, 259, Boa Vista
Fone: 3125.7858 – VEM Trabalhador e Comum

3182.5553 – VEM Estudante

Atendimento do cartão do VEM Estudante – Solicitação e entrega de cartões
Horário de Funcionamento: das 8h30 às 17h30 (segunda a sexta).

Central de Carregamento do VEM Estudante e VEM Comum
Horário de Funcionamento: das 7h às 20h.

VEM Livre Acesso
Horário de Funcionamento: das 7h às 20h.

Expresso Cidadão do Cordeiro

Local: Parque de Exposição do Cordeiro – Av. Caxangá, 2200, Cordeiro
Fone: 3236.1552

Central de Atendimento ao Cliente

Fone: 0800.081.0158
Horário de Funcionamento: das 7h às 19h (inclusive nos finais de semana e feriados)

Perguntas Frequentes

A Ouvidoria do Grande Recife foi criada, em 2007, para estabelecer o elo entre o cidadão e o órgão gestor. É ela quem registra e promove o tratamento adequado das reclamações, elogios e sugestões referentes aos serviços prestados pelo órgão e pelas empresas operadoras, além de defender os direitos e interesses dos usuários do transporte público. A Ouvidoria funciona na sede do Grande Recife, no Cais de Santa Rita, nº 600 – São José, de segunda à sexta-feira, das 08h às 12h – 13h às 17h.

Formas de atendimento:

Sempre que registrar uma manifestação relativa à operação das linhas do Sistema de Transporte Público de Passageiros da Região Metropolitana do Recife – STPP/RMR esteja munido das informações abaixo:

  • Nome da empresa operadora;
  • Número de ordem do veículo;
  • Nome da linha;
  • Data, hora e local do ocorrido;
  • Ponto de referência;
  • Sentido do itinerário;
  • Descrição do ocorrido.

Para ocorrências relativas aos cartões VEMs, é necessário fornecer as informações:

  • Nome Completo;
  • Tipo de VEM e a numeração do cartão;
  • CPF;
  • Descrição do ocorrido.

Para ocorrências relativas à Carteira de Estudante, é necessário fornecer as informações:

  • Nome completo do aluno;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo da mãe ou responsável;
  • Nome da instituição de ensino;
  • Descrição do ocorrido.

Dados Ouvidoria

Ouvidor do CTM: Eduardo de Holanda Cavalcanti

Fone: 3182-5512/5518

E-mail: ouvidoriapublica@granderecife.pe.gov.br

Autoridades designadas para o cumprimento da Lei de Acesso a Informação:

Autoridade de Monitoramento

Nome: Eduardo Henrique Spencer Pedrosa, matrícula nº. 1008

Setor: DBEL / Fone: 3182-5705

Autoridade Hierarquicamente Superior

Nome: Juliana Santiago Barros, matrícula nº. 524

Setor: CJU / Fone: 3182-5535

Autoridade Administrativa

Nome: João Carlos Ferreira dos Santos

Setor: GECH / Fone: 3182-5773

Autoridade Classificadora Delegada

Nome: Roberto Ferreira Campos / Fone: 3182-5525

E-mail: roberto@granderecife.pe.gov.br

atualizada em 15/09/2020

Serviço de Informação do Cidadão

Informações Classificadas

Sobre a LAI

Apresentação