×
Instituições
AD DIPER - Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco S.A.
ADAGRO - Agência de Defesa e Fiscalização de Pernambuco
AGEFEPE - Agência de Fomento do Estado de Pernambuco
APAC - Agência Pernambucana de Águas e Clima
ARPE - Agência de Regulação dos Serviços Delegados do Estado de Pernambuco
ATDEFN - Autarquia Territorial Distrito Estadual de Fernando de Noronha
ATI - Agencia Estadual de Tecnologia da Informação
CAMIL - Casa Militar
CASA CIVIL - Secretaria da Casa Civil
CBMPE - CORPO DE BOMBEIROS
CEHAB - Companhia Estadual de Habitação e Obras
CEPE - Companhia Editora de Pernambuco
COMPESA - Companhia Pernambucana de Saneamento
CONDEPE FIDEM - Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco
COPERGÁS - Companhia Pernambucana de Gás
CPM - Conservatório Pernambucano de Música
CPRH - Agência Estadual de Meio Ambiente
CTM - Consórcio de Transportes da Região Metropolitana do Recife
DER - Departamento de Estradas de Rodagem do Estado de Pernambuco
DETRAN - Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco
EMPETUR - Empresa de Turismo de Pernambuco Governador Eduardo Campos
EPC - Empresa Pernambuco de Comunicação S/A
EPTI - Empresa Pernambucana de Transporte Intermunicipal
FACEPE - Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia
FUNAPE - Fundação de Aposentadoria e Pensões dos Servidores do Estado de Pernambuco
FUNASE - Fundação de Atendimento Socioeducativo
FUNDARPE - Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco
GABINETE DO GOVERNADOR - Gabinete do Governador
GAPE - Gabinete de Projetos Estratégicos
HEMOPE - Fundação de Hematologia e Hemoterapia de Pernambuco
IPA - Instituto Agronômico de Pernambuco
IPEM - Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Pernambuco
IRH - Instituto de Recursos Humanos do Estado de Pernambuco
ITERPE - Instituto de Terras e Reforma Agrária do Estado de Pernambuco
JUCEPE - Junta Comercial do Estado de Pernambuco
LAFEPE - Laboratório Farmacêutico do Estado de Pernambuco Governador Miguel Arraes
PC - POLICIA CIVIL
PERPART - Pernambuco Participações e Investimentos
PGE - Procuradoria Geral do Estado
PMPE - POLÍCIA MILITAR DE PERNAMBUCO
PORTO RECIFE - Porto do Recife S.A.
PROCON - Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor
SAD - Secretaria de Administração
SARA - Secretaria de Agricultura e Reforma Agrária
SCGE - Secretaria de Controladoria Geral do Estado
SDEC - Secretaria de Desenvolvimento Econômico
SDS - Secretaria de Defesa Social
SDSCJ - SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL, CRIANÇA E JUVENTUDE
SECHAB - Secretaria de Habitação
SECID - Secretaria das Cidades
SECMULHER - Secretaria da Mulher
SECTI - Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação
SECULT - Secretaria de Cultura
SEE - Secretaria de Educação
SEFAZ - Secretaria da Fazenda
SEI - Secretaria de Imprensa
SEMAS - Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade
SEMPETQ - Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Trabalho e Qualificação
SEPLAG - Secretaria de Planejamento e Gestão
SERES - Secretaria Executiva de Ressocialização
SES - Secretaria de Saúde
SETRA - Secretaria de Transportes
SETUREL - Secretaria de Turismo, Esportes e Lazer
SJDH - SECRETARIA DE JUSTIÇA E DIREITOS HUMANOS
SUAPE - Complexo Industrial Portuário Governador Eraldo Gueiros
UPE - Universidade de Pernambuco
VICE GOVERNADORIA - Vice Governadoria

PERGUNTAS FREQUENTES - SES

                                                                                                                                       * Última atualização em 03/07/2018

 

1 - COMO É TRANSMITIDO O VIRUS DA AIDS?

As pessoas que têm atração afetiva e sexual por pessoas do mesmo sexo (homossexuais), sexo oposto (heterossexuais) ou por ambos os sexos, podem pegar AIDS quando não usam preservativos, pois existe a possibilidade da passagem do vírus HIV de uma pessoa contaminada para outra, através de sexo oral, anal ou vaginal.

A transmissão do HIV ocorre mais nos atos sexuais, principalmente, entre homossexuais do sexo masculino.

Homens que fazem sexo com homens possuem 11 (onze) vezes mais risco de adquirir o vírus HIV, quando comparados com pessoas do sexo masculino que mantêm apenas relações sexuais com mulheres. Para homossexuais do sexo feminino, o risco é pequeno.

Entre homens e mulheres, relação vaginal, qualquer um dos parceiros pode pegar AIDS, entretanto, o risco é maior para as mulheres que para os homens.

Pode se contaminar aquele que tiver:

1-   maior número de parceiros e relações sexuais;

2-   presença de uma lesão ou ferida de qualquer tipo;

3-   DST"s, por serem uma porta de entrada para o vírus;

4-   relação sexual durante o período menstrual;

Observação:

Sabemos que a pessoa pode pegar AIDS mais facilmente pela forma sexual, sendo que a transmissão heterossexual sem o uso do preservativo é predominante.

É possível se contaminar com o vírus em um único contato com uma pessoa infectada pelo HIV, sendo que o risco é proporcional ao aumento do número de parceiros e de relações sexuais.

* 10 a 12 anos: relações sexuais desprotegidas transmitem AIDS e outras DST"s. Em qualquer relação existe o risco de se contrair doenças, mesmo sendo a primeira ou a única vez, independente da idade, raça, cor, condição social e religião da pessoa.

 

2 - COMO DIAGNOSTICAR A PRESENÇA DO VÍRUS DA AIDS?

  • Anticorpo anti-HIV:

O exame laboratorial do HIV, realizado a partir de uma amostra de sangue, pode ser feito através de testes que pesquisam células de defesa anti-HIV (anticorpos anti-HIV). Os mais utilizados são:

1-    Teste Elisa;

2-    Teste Western Blot;

3-    Teste de Imunofluorescência Indireta;

4-    Teste de Rádioimunoprecipitação;

5-    Teste de Rádioimunoensaio;

6-    Teste de Aglutinação de Partículas;

7-    Teste de Quimioluminescência;

Existem outros Testes para detecção de anticorpos, sendo que esses são Testes rápidos e simples, mais baratos, fáceis de serem realizados e apresentam excelentes resultados.

Os exames hoje disponíveis foram desenvolvidos com o objetivo de descobrir todos os subtipos de HIV com suas respectivas infecções, porém, por se tratar de um vírus, sempre existirá a possibilidade do surgimento de novos tipos, em consequência das grandes mudanças genéticas, que poderão ser ou não detectadas pelos exames existentes.

Todos os Testes devem ser realizados de acordo com a norma definida pelo ministério da saúde (MS) e com produtos registrados e controlados pela agência nacional de vigilância sanitária (Anvisa).

* 10-12 anos: existem vários Testes para descobrir se a pessoa é portadora do vírus HIV, porém, o mais utilizado é o Elisa.

Para a realização dos Testes, uma amostra de sangue é retirada a fim de que se possa verificar a presença de anticorpos específicos contra o HIV. caso estes sejam descobertos no sangue, a pessoa será considerada portadora do vírus, podendo vir a desenvolver a AIDS.

  • Detecção de antígeno:

O exame laboratorial do HIV pode ser feito também através de Testes com técnicas que detectem o antígeno.

Os Testes que pesquisam antígenos são conhecidos, como:

1-    Teste de cultura;

2-    Teste de pesquisa de antígenos virais circulantes.

A possibilidade de detecção do antígeno chamado p24 trouxe grande benefício para a prática clínica, já que este se relaciona com a evolução do HIV para a AIDS.

Embora esta proteína esteja no plasma (parte líquida do sangue) de pacientes em todas as fases da infecção pelo HIV, ela estará mais presente na transformação da fase negativa para a positiva e nas fases mais avançadas da doença.

É realizado para:

1-    detecção do antígeno do HIV-1;

2-    acompanhamento de pessoas sem sintomas;

3-    detecção de efeito anti-retroviral durante o tratamento;

4-    ajuda na descoberta da infecção de mãe para filho, durante a gravidez, o parto e amamentação.

  • Detecção viral:

O método mais sensível para a descoberta de infecção pelo HIV é a amplificação (criação de múltiplas cópias) do ácido nucléico viral para níveis detectáveis. isso acontecerá através de uma técnica chamada de reação em cadeia polimerase, ou PCR, como é mais conhecida.

O PCR pode fazer com que o dna do HIV cresça mais de um milhão de vezes, e precisará de apenas um único segmento deste para análise.

O PCR para o HIV tem sido usado por vários motivos, dentre os quais poderíamos destacar: quantidade de vírus no sangue, acompanhamento da resposta do tratamento antirretroviral, avaliação do risco do crescimento da doença e para descobrir a infecção de mãe para o filho (gravidez, parto ou amamentação), fazendo o acompanhamento a cada 3-4 meses.

Existem dois tipos de PCR: o PCR-dna-HIV qualitativo e o PCR-rna-HIV quantitativo.

O PCR-dna-HIV qualitativo verifica a presença de sequencias de DNA do HIV presentes nas células do sangue circulante, enquanto o PCR-rna-HIV quantitativo verifica quantas cópias de RNA do HIV estão presentes no plasma, ou seja, ambos detectam ácidos nucleicos do HIV presentes no sangue.

A indicação do PCR-dna se dará em casos cujo exame anti-HIV não for adequado ou suficiente, como nas situações de infecção aguda pelo HIV (janela imunológica), crianças expostas à transmissão do HIV no nascimento com menos de 2 anos, e quando os resultados do exame anti-HIV forem inconclusivos.

o PCR-rna será importante na avaliação dos tratamentos com anti-retrovirais. o PCR-rna é utilizado como alterNATiva ao PCR-dna para o diagnóstico da infecção pelo HIV. para os pacientes que apresentam crescimento do vírus muito baixo, o PCR-dna apresentará uma melhor sensibilidade.

  • NAT - Teste de Ácido Nucleico

Esse teste diminui o período em que o vírus fica no sangue sem ser detectado (janela imunológica); no caso do HIV, esse período poderá variar de 11 a 20 dias após o possível contágio.

A realização do NAT é obrigatória no sangue de todo doador (de acordo com a portaria / GM no. 1.407 de 01/08/02), seja ele coletado e usado por serviços públicos e/ou privados, reduzindo com isso o risco de contaminação pelo hcv (vírus da hepatite c) e por HIV em transfusão de sangue.

**atenção**

O teste NAT só será utilizado para a doação de sangue e não para diagnóstico da doença.

  • Testes rápidos para AIDS e Sífilis:

O ministério da saúde, através do PN - DST/AIDS, disponibiliza testes rápidos para diagnóstico da AIDS e sífilis. Os testes são para situações de emergência e principalmente para gestantes. Neste caso, o objetivo é descobrir antes do parto, as mulheres portadoras do HIV ou sífilis, para que estas façam o tratamento que reduz a transmissão dessa doença para os recém - nascidos.

O teste rápido fornece o resultado em 15 minutos. As mulheres portadoras de HIV que se submeterem ao teste serão tratadas com o AZT durante o parto, e a criança, até completar seis semanas de vida. Se o tratamento for administrado momentos antes do parto, a criança tem até 50% de chances de nascer sem o vírus.

Como é grande o número de mulheres que não fazem testes de sífilis ou AIDS durante o pré - Natal, ou que não recebem os resultados a tempo, os testes rápidos funcionam como uma alternativa para garantir o tratamento, que neste caso, será uma prevenção.

O teste rápido é um recurso de urgência e usado como uma alternativa. o ideal é que se peça o teste comum (Elisa) na primeira consulta do pré-natal.

  • Contagem CD4:

A contagem de cd4 é um teste que deve sempre ser feito para a avaliação dos pacientes com HIV, pois verifica a evolução da doença, fornece dados para o diagnóstico das diferentes queixas dos pacientes, orienta a resposta ao tratamento antiviral e à prevenção das doenças oportunistas.

Sabe-se que certas infecções oportunistas estão relacionadas com os níveis de cd4 no sangue.

O teste cd4 detecta o número de células cd3, cd4 e cd8. As variações destas células mostram a evolução da doença, determinam a conduta clínica e o tratamento adequado.

O fornecimento dos testes e insumos para a contagem de linfócitos t cd4/cd8, são de responsabilidade dos estados e municípios.

  

3 - COMO SE DÁ A TRANSMISSÃO DA DENGUE?

A doença é transmitida pela picada do mosquito Aedes Aegypti. o inseto pica durante o dia e está mais adaptado ao ambiente urbano. Esse mosquito infectado, picando uma pessoa sadia, passa o vírus da dengue e esta pessoa fica doente.

Não há transmissão pelo contato direto de uma pessoa doente ou suas secreções, nem por meio de fontes de água ou alimento para uma pessoa sadia (isso também ocorre na transmissão perinatal). A dengue também não é transmitida de um mosquito para outro, nem por meio de outros animais.

Há uma relação direta, nos países tropicais, entre as chuvas e o aumento do número de vetores. A temperatura influi na transmissão da dengue. Raramente ocorre transmissão da dengue em temperaturas abaixo de 16ºC. A transmissão ocorre preferencialmente em temperaturas superiores a 20ºC. a temperatura ideal para a proliferação do Aedes Aegypti esta em torno de 30 a 32ºC.

** reprodução do Aedes Aegypti em água suja **

De acordo como manual de normas técnicas da dengue - Funasa - o mosquito Aedes Aegypti tem preferência por água limpa e cristalina ao invés de água suja ou poluída por matéria orgânica, mas este fato não impede a sua adaptação à água suja. a campanha contra a dengue do ministério da saúde enfoca a eliminação da água limpa e parada, para impedir a reprodução do mosquito, por ser este o ambiente preferencial do mosquito.

Quais os sintomas da dengue?

**Dengue Clássica**

  • febre alta com início súbito;
  • forte dor de cabeça;
  • dor atrás dos olhos, que piora com o movimento dos mesmos;
  • perda do paladar e apetite;
  • manchas e erupções na pele semelhantes ao sarampo, principalmente no tórax e membros superiores;
  • náuseas e vômitos;
  • tonturas;
  • extremo cansaço
  • moleza e dor no corpo;
  • muitas dores nos ossos e articulações.

A doença também pode evoluir e podem aparecer hemorragias em locais específicos ou em vários órgãos do corpo (manifestação hemorrágica).

**Dengue Hemorrágica**

Os sintomas da dengue hemorrágica são os mesmos da dengue comum. A diferença ocorre quando acaba a febre e começam a surgir os sinais de alerta:

  • dores abdominais fortes e contínuas;
  • vômitos persistentes;
  • pele pálida, fria e úmida;
  • sangramento pelo nariz, boca e gengivas;
  • manchas vermelhas na pele;
  • sonolência, agitação e confusão mental;
  • sede excessiva e boca seca;
  • pulso rápido e fraco;
  • dificuldade respiratória;
  • perda de consciência.

Na dengue hemorrágica o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas.

Existem casos moderados e casos graves. Nos casos mais graves, o paciente pode entrar em choque, onde ocorre a diminuição da pressão arterial e da pressão do pulso que quase não pode ser percebido.

 

 4 - QUAIS OS ENDEREÇOS E TELEFONES DAS UNIDADES DE SAÚDE DE PERNAMBUCO?

 

Hospitais Regionais

  • II Região de Saúde:

Hospital Regional José Fernandes Salsa

Endereço: Rua Padre Nicolau Pimentel, 224, Centro – Limoeiro/PE

Telefone: (81) 3628-8801

  • III Região de Saúde:

Hospital Regional de Palmares Silvio Magalhães

Endereço: BR-101, KM 185, por trás da Escola Técnica - Palmares/PE

Telefone: (81) 3661-8400

  • IV Região de Saúde:

Hospital Regional do Agreste Dr. Waldemiro Ferreira

Endereço: BR-232, KM 130, S/N, Indianópolis – Caruaru/PE

Telefone: (81) 3719-9400/3722-0139/6094

  • V Região de Saúde:

Hospital Regional Dom Moura

Endereço: Avenida Simão Gomes, S/N – Centro, Garanhus/PE

Telefone: (87) 3761-8104/8136

  • VI Região de Saúde:

Hospital Regional Rui de Barros Correia

Endereço: Av. Agamenon Magalhães, S/N, Centro – Arcoverde/PE

Telefone: (87) 3821079/1717.

  • VII Região de Saúde:

Hospital Regional José Inácio de Sá

Endereço: Rua Antonio de Alencar Sampaio, 346, Planalto – Salgueiro/PE

Telefone: (87)3871-8300

  • VIII Região de Saúde:

Hospital Dom Malan

Endereço: Av. Joaquim Nabuco, S/N, Centro – Petrolina/PE

Telefone: (87) 3861-1412

  • IX Região de Saúde:

Hospital Regional Fernando Bezerra

Endereço: Av. Teobaldo Gonçalves Torres, 510, Centro – Ouricuri/PE

Telefone: (87) 3874-4857

  • X Região de Saúde:

Hospital Regional Emilia Câmara

Endereço: Av. Júlio Câmara, 625, Centro – Afogados da Ingazeira/PE

Telefone: (87) 3838-8845

  • X Região de Saúde:

Hospital Regional Professor Agamenon Magalhães

Endereço: Rua Comandante Superior, 955, Nossa Senhora da Penha – Serra Talhada/PE

Telefone: (87) 3831-9600

Grandes Emergências do Estado:

  • Hospital Agamenon Magalhães

Endereço: Estrada do Arraial, 2.723, Casa Amarela – Recife/PE

Telefone: 0800.281.2025

  • Hospital da Restauração

Endereço: Avenida Agamenon Magalhães, S/N, Derby – Recife/PE

Telefone: (81) 3181-5400

  • Hospital Getúlio Vargas

Endereço: Av. General San Martin, S/N, Cordeiro – Recife/PE

Telefone: (81)3184-5724

  • Hospital Otávio de Freitas

Endereço: Rua Aprígio Guimarães, S/N,Tejipió – Recife/PE

Telefone: (81) 3182-8631

  • Hospital Barão de Lucena

Endereço: Avenida Caxangá, 3.860, Iputinga – Recife/PE

Telefone: (81) 3184-6400

Hospitais Metropolitanos

  • Hospital Metropolitano Norte – Miguel Arraes de Alencar

Endereço: Estrada da Fazendinha, S/N, Jaguaribe – Paulista/PE

Telefone: 3181-9892

  • Hospital Metropolitano Oeste - Pelópidas Silveira

Endereço: BR 232, Km 6, S/N - Curado, Recife - PE

Telefone: (81) 3183-0300

  • Hospital Metropolitano Sul – Dom Helder Câmara

Endereço: BR 101 Sul, Km 28 – Cabo de Santo Agostinho/PE

Telefone: 3183-0000

Hospitais Universitários

  • Hospital Oswaldo Cruz

Endereço: Rua Arnóbio Marques, 310 - Santo Amaro, Recife/PE

Telefone: (81) 3184-1200

  • CISAM (Centro Integrado Amaury de Medeiros)

Endereço: Rua Visconde de Mamanguape s/n – Encruzilhada, Recife/PE

Telefone: 3427-3911(81)

  • PROCAPE (Pronto Socorro Cardiológico)

Endereço: Rua dos Palmares, s/n - Santo Amaro, Recife/PE

Telefone: (81) 3181-7100

  • Hospital das Clínicas

Endereço: Av. Professor Morais Rego, s/n - Cidade Universitária, Recife/PE

Telefone: (81) 2126-3533

Demais Hospitais da Rede:

  • Hospital Ermírio Coutinho

Endereço: Travessa Bancário Leopoldino Vieira de Melo Filho, S/N, Centro – Nazaré da Mata/PE

Telefone: 3633-4650

  • Hospital João Murilo – Policlínica de Vitória

Endereço: Avenida Henrique de Holanda, 87, Matriz – Vitoria de Santo Antão/PE

Telefone: 3526-8820

  • Hospital Mestre Vitalino

Endereço: Rua Amazônia, 171, bairro Luiz Gonzaga, BR-104 - Caruaru/PE

Telefone: 3725-7750

  • Hospital Correia Picanço

Endereço: Rua Padre Roma, 149, Tamarineira – Recife/PE

Telefone: (81)31843980

  • Hospital e Policlínica Jaboatão Prazeres

Endereço: Rua Recife, S/N, Cajueiro Seco – Jaboatão dos Guararapes/PE

Telefone: (81) 3184-4200

  • Hospital Geral de Areias

Endereço: Avenida Recife, 810, Estância – Recife/PE

Telefone: (81) 3132-3000

  • Hospital Psiquiátrico Ulysses Pernambucano

Endereço: Avenida Rosa e Silva, 2.130, Tamarineira – Recife/PE

Telefone: (81) 3182-9900

  • Hospital Colônia Vicente Gomes de Matos

Endereço: Antigo Barreiro Velho, S/N, Centro – Barreiros/PE

Telefone: (81) 3675-5875

  • Hospital Colônia Professor Alcides Codeceira

Endereço: Avenida Barão de Vera Cruz, S/N, Cruz de Rebouças – Igarassu/PE

Telefone: (81) 3184-4214

  • Hospital Geral da Mirueira/Sanatório padre Antonio  Manoel

Endereço: Estrada de Santa Casa, S/N, Mirueira – Paulista/PE

Telefone: (81) 3184-4415

Unidades de Pronto Atendimento (UPA)

  • UPA Barra de Jangada – Wilson Campos

Endereço: Rua Cruz Alta, S/N – Barra de Jangada (de frente à estação da Compesa) – Jaboatão dos Guararapes/PE

Telefone: (81) 3184-4495

  • UPA Cabo de Santo Agostinho – Deputado Francisco Julião

Endereço: Rua Historiador Israel Felipe, S/N, Jardim Santo Inácio – Cabo de Santo Agostinho/PE

Telefone: (81) 3184-4545

  • UPA Caxangá – Escritor Paulo Cavalcanti

Endereço: Avenida Joaquim Ribeiro (em frente ao nº40), Iputinga – Recife/PE

Telefone: (81) 3184-4353

  • UPA Curado – Médico Fernando de Lacerda

Endereço: Avenida Leonardo da Vinci, 68, Curado II – Jaboatão dos Guararapes/PE

Telefone: (81) 3184-4469

  • UPA Engenho Velho – Carlos Wilson

Endereço: Rua General Manoel Rabelo, S/N (na altura da penúltima estação do metrô, a de Engenho Velho) – Jaboatão dos Guararapes

Telefone: (81) 3184-4520

  • UPA Ibura – Pediatra Zilda Arns

Endereço: Rua Vale do Itajaí, S/N, Ibura – Recife/ PE

Telefone: (81) 3184-4595

  • UPA Imbiribeira – Maria Esther Souto Carvalho

Endereço: Avenida Mascarenhas de Moraes, ao lado do 4.202, Imbiribeira – Recife/PE

Telefone: (81) 3184-4328

  • UPA Nova Descoberta – Solano Trindade

Endereço: Avenida Vereador Otacílio de Azevedo, S/N, Nova Descoberta – Recife/ PE

Telefone: (81) 3184-4581

  • UPA Olinda – Gregório Lourenço Bezerra

Endereço: Rodovia PE15 – Avenida Joaquim Nabuco, S/N, Cidade Tabajara – Olinda/PE

Telefone: (81) 3184-4303

  • UPA Paulista – Geraldo Pinho Alves

Endereço: Estrada do Frio, 1000, Aurora – Paulista/PE

Telefone: (81) 3184-4255

  • UPA São Lourenço da Mata – Professor Fernando Figueira

Endereço: Avenida Dr. Francisco Correia, 2.009, Pixete – São Lourenço da Mata/PE

Telefone: (81) 3184-4400

  • UPA Torrões – Dulce Sampaio

Endereço: Avenida Abdias de Carvalho (em frente ao nº1455), Torrões – Recife/PE

Telefone: (81) 3184-4440

  • UPA Caruaru – Dr. Horácio Florêncio

Endereço: Avenida José Marques Fontes, S/N, Indianópolis – Caruaru/PE

Telefone: (81) 3727-7816

  • UPA Petrolina – Dr. Emanoel Alírio Brandão

Endereço: Avenida Coronel Antônio Honorato Viana, S/N, Gercino Coelho – Petrolina/PE

Telefone: (87) 3866-9600

  • UPA Igarassu – Honorata de Queiroz Galvão

Endereço: Rodovia BR-101Norte, KM47, Centro – Igarassu/PE

Telefone: (81) 3184-4280

Unidade Pernambucana de Atendimento Especializado (UPAE)

  • UPAE Garanhuns – Dr. Antônio Simão dos Santos Figueira

Endereço: BR 423, Km 92, 2.000, do loteamento Planalto do Quilombo, Bairro de São José – Garanhuns/PE

Telefone: (81) 3764-9001

  • UPAE Petrolina – Dr. Emanuel Alírio Brandão

Endereço: Avenida Coronel Antônio Horonato Viana, S/N, Gercino Coelho – Petrolina/PE

Telefone: (87) 3184-9600

  • UPAE Caruaru – Ministro Fernando Lyra

Endereço: Av. José Marques Fontes, S/N, Indianópolis – Caruaru/PE

Telefone: (81) 3725-7549

  • UPAE Serra Talhada - Dr. José Alves de Carvalho Nunes

Endereço: Rua Quatorze de Julho, S/N - CAGEP - Serra Talhada/PE

Telefone: (87) 3929-3501

  • UPAE Salgueiro - Dr. Erick Alves Ribeiro e Silva

Endereço: Rua João Veras Siqueira, S/N, a margem da BR 116, Bairro Jardim Primavera - Salgueiro/PE

Telefone: (87) 3871-8900

  • UPAE Afogados da Ingazeira - Dom Francisco de Mesquita Filho

Endereço: Rua Antonio Alves dos Santos, S/N, Centro - Afogados da Ingazeira/PE

Telefone: (87) 3838-8602

  • UPAE Arcoverde - Deputado Áureo H. Bradley

Endereço: Avenida Conselheiro João Alfredo, 491, no bairro de Santa Luzia - Arcoverde/PE

Telefone: (81) 3821-8004

  • UPAE Belo Jardim - Padre Assis Neves

Endereço: Km 185, BR-232 - Belo Jardim/PE

Telefone: (81) 3726-8800

  • UPAE Limoeiro - José Nivaldo Barbosa de Souza

Endereço: Margem Direita da PE 90 - Fazenda Livramento, S/N - Limoeiro/PE

Telefone: (81) 3628-8041

 

5. QUAIS DOENÇAS O AEDES AEGYPTI CAUSA?

O Aedes aegypti é o principal transmissor da dengue, febre do chikungunya, zika vírus e febre amarela.

 

6. QUAL A ORIGEM DO MOSQUITO AEDES AEGYPTI?

O A. aegypti é originário do Egito. A dispersão pelo mundo ocorreu da África: primeiro da costa leste do continente para as Américas, depois da costa oeste para a Ásia.

 

7. POR QUE O NOME AEDES AEGYPTI?

O vetor foi descrito cientificamente pela primeira vez em 1762, quando foi denominado Culex aegypti. Culex significa "mosquito" e aegypti, egípcio, portanto: mosquito egípcio. O gênero Aedes só foi descrito em 1818. Logo verificou- se que a espécie aegypti, descrita anos antes, apresenta características morfológicas e biológicas semelhantes às de espécies do gênero Aedes – e não às do já conhecido gênero Culex. Então, foi estabelecido o nome Aedes aegypti.

 

8. QUANTAS PESSOAS UM MOSQUITO É CAPAZ DE INFECTAR?

Os mosquitos fêmea sugam sangue para produzir ovos. Se o mosquito da dengue estiver infectivo, poderá transmitir o vírus da dengue neste processo. Em geral, mosquitos sugam uma só pessoa a cada lote de ovos que produzem. O mosquito da dengue tem uma peculiaridade que se chama "discordância gonotrófica", que significa que é capaz de picar mais de uma pessoa para um mesmo lote de ovos que produz. Há relato de que um só mosquito da dengue infectivo transmitiu dengue para cinco pessoas de uma mesma família, no mesmo dia.

 

9. POR QUE SÓ A FÊMEA PICA?

A fêmea precisa de sangue para a produção de ovos. Tanto o macho quanto a fêmea se alimentam de substâncias que contêm açúcar (néctar, seiva, entre outros), mas como o macho não produz ovos, não necessita de sangue. Embora possam ocasionalmente se alimentar com sangue antes da cópula, as fêmeas intensificam a voracidade pela hematofagia após a fecundação, quando precisam ingerir sangue para realizar o desenvolvimento completo dos ovos e maturação nos ovários. Normalmente, três dias após a ingestão de sangue as fêmeas já estão aptas para a postura, passando então a procurar local para desovar.

 

10. COMO O AEDES AEGYPTI CHEGOU AO BRASIL? HÁ REGISTRO HISTÓRICO DE DENGUE NO PASSADO?

As teorias mais aceitas indicam que o A. aegypti tenha se disseminado da África para o continente americano por embarcações que aportaram no Brasil para o tráfico de escravos. Há registro da ocorrência da doença em Curitiba (PR) no final do século 19 e em Niterói (RJ) no início do século 20.